Notícias

Sobre recrutamento e seleção com aplicações DISC

5 dicas para gerenciar os millennials e a geração Z

Os millennials são geralmente descritos como aqueles nascidos nos anos 80 e 90, e a geração Z são os nascidos nos anos 90 e que já estão no mercado de trabalho.

Todos esses estereótipos, assim como os anteriores (geração X por exemplo) tem seus particulares e fatores diferenciadores, mas tem um ponto em comum: são a força de trabalho com que você tem que lidar.

Então, algumas dicas simples podem ajudar bastante na hora de contratar, direcionar, treinar, alocar ou aconselhar essas pessoas. Vamos a elas.

1 – Faça do trabalho em equipe parte da cultura da sua empresa

Uma das mudanças nas abordagens da educação durante as décadas em esse pessoal foi à escola está na ênfase crescente do trabalho em equipe e nos projetos em grupo. Desde o ensino fundamental até a faculdade, eles foram solicitados a realizar tarefas em equipe. Ao estruturar sua equipe de forma a depender de todos que trabalham em conjunto com funções definidas, você poderá aproveitar o que pode ser um ponto focal muito importante para alguns de seus funcionários mais jovens.

2 – Tire proveito da expertise digital deles

Essas são as primeiras gerações a crescer com a internet como parte cotidiana de suas vidas. Eles são os primeiros a abraçar e aproveitar a tecnologia que conecta pessoas eletronicamente. Essa experiência e conhecimento podem ajudar a expandir a comunicação tanto interna como externamente para a sua empresa.

3 – Abrace a diversidade

Esses grupos representam mais pessoas que se identificam como multirraciais do que as gerações anteriores. Uma pesquisa da Deloitte mostrou que mais de 40% dos millennials esperam deixar seus empregos em dois anos e menos de 30% querem estar no mesmo emprego por mais de cinco anos.

A mesma pesquisa da Deloitte mostrou que os millennials valorizam e estão mais dispostos a manter contato com empresas que possuem equipes de gerenciamento diversificadas em ambientes de trabalho flexíveis. Na geração Z (mais jovens ainda) isso é ainda mais dramático.

Portanto, aproveitar esses valores significa construir uma equipe de lideranças diversificadas e de enorme flexibilidade, principalmente se você proporcionar ambiente de trabalho com oportunidades de avanço e novos desafios.

4 – Resultados são o foco

Quando a empresa de tecnologia Qualtrics fez pesquisas sobre a geração do milênio, descobriu que a percepção de que a geração é preguiçosa é baseada em uma desconexão entre a geração do milênio e as gerações mais antigas, quando se trata de priorizar estrutura e processos. Enquanto as gerações mais velhas valorizam coisas como horários de trabalho fixos e códigos de vestuário, os millennials são mais focados nos resultados finais. Isso significa que é importante relaxar um pouco as regras.

Essas pessoas são colaboradores que obtêm resultados, mas para se conectar com eles e mantê-los, você deve se preparar para cronogramas de trabalho (horários) mais flexíveis, códigos de conduta menos rígidos, incluindo-se aí vestimentas e formas de se expressar.

5 – Permitir o home office – trabalho remoto

Uma enorme (e cada vez mais crescente) gama de atividades pode ser tocada remotamente. Muitas dessas pessoas também  acreditam que devem ter a opção de trabalhar dessa maneira, seja de vez em quando, ou até mesmo exclusivamente, desde que estejam realizando seu trabalho. Seja flexível a esse respeito e você terá mais sucesso atraindo e retendo membros dessa geração.

Leave a Comment