O que é DISC e por que o RH deve conhecer esta ferramenta

Descubra as vantagens da metodologia DISC para os Recursos Humanos

O que é DISC e por que o RH deve conhecer esta ferramenta.O que é DISC e por que o RH deve conhecer esta ferramenta.

O que é DISC e por que o RH deve conhecer esta ferramenta

DISC é a sigla para Dominância, Influência, Estabilidade e Conformidade. Essas quatro palavras são a base teórica
da ferramenta de assessment conhecida como DISC, e é sobre esta ferramenta que falaremos neste artigo, do surgimento à utilização contemporânea.

Como surgiu a Teoria DISC?

Em 1928, o psicólogo norte-americano William M. Marston publicou o livro chamado As Emoções das Pessoas Normais.
A obra contém os estudos do doutor sobre a influência de fatores internos e externos sobre o comportamento humano, e
até pouco tempo atrás não tinha tradução para o português.

As influências de fatores internos incluem a percepção do próprio indivíduo em relação a si mesmo no ambiente em que
está inserido. A influência de fatores externos não fala sobre o indivíduo em si, mas como o papel dele no ambiente em
que está inserido é enxergado.

Em cima destes fatores, quatro perfis comportamentais foram destacados. Eles são os que predominam entre a maioria das
pessoas: Dominância, Influência, Estabilidade e Conformidade.

Os 4 fatores do DISC

A Dominância é o fator que indica como você lida com problemas e desafios, aparecendo em perfis de pessoas decididas,
competitivas, e que se orientam pelos resultados. A emoção despertada pela dominância é a raiva.

A Influência indica como você lida com pessoas e as diversas influências do ambiente. Ela é mais presente em perfis de
pessoas confiantes, inspiradoras e populares, despertando a emoção do otimismo na psique humana.

A Estabilidade, por sua vez, indica como você lida com mudanças e estabelece o seu ritmo. O nome já diz tudo: a emoção
predominante é a não demonstração de emoções. E pessoas com este perfil são boas ouvintes, sinceras e agradáveis.

Já a Conformidade indica como você lida com regras e procedimentos estabelecidos por outros. Pessoas com este perfil
são analíticas, perfeccionistas, mas podem ter alguns problemas com a emoção do medo.

Foi a partir destes estudos de Marston, e destes quatro pilares, que as ferramentas DISC foram criadas. E é com essa breve
introdução que entenderemos a força desta ferramenta nos dias de hoje.

A importância da ferramenta para o RH

Quando uma empresa precisa contratar novos colaboradores, inúmeros fatores são levados em conta.

Pode-se levar em conta a experiência anterior do candidato, a indicação de um profissional da área, até mesmo aquele
feeling que pode acontecer na hora da entrevista (positivamente ou negativamente). Mas tudo isso é vazio de significado
se o profissional não se conectar com a vaga.

Lembra que os estudos de Marston nos contam como uma pessoa reage às influências do ambiente? Agora imagine um
colaborador que não esteja preparado para as influências presentes na sua empresa.

Este profissional não vai se reconhecer na vaga preenchida, e, consequentemente, deixar de entregar o resultado
desejado.

Com a ferramenta DISC, a chance disto acontecer são diminuídas. Um colaborador com o perfil mais próximo ao da
vaga proposta tem mais chances de manter-se no cargo. E se sentir bem nele!

Afinal, isso também faz parte dos Recursos Humanos: saber quando um colaborador não está mais feliz no cargo, ou se
pode crescer ainda mais se mudar de área, e tomar decisões em cima disso.

Percebe como esta ferramenta pode ser importante para a visão a longo prazo de uma empresa? Colaboradores com
potencial de 
crescimento, encaixados no lugar certo, fazem a empresa crescer com eles.

As vantagens da DISC como um questionário

Agora que você entendeu o que é a ferramenta e sua importância para o RH, mostrarei como a análise de perfil
comportamental é vantajosa para o RH na hora de uma contratação.

Esta análise costuma ser feita através de um questionário. Ele engloba perguntas sobre características pessoais e
comportamento, opiniões e preferências.

Através deste questionário, o RH conseguirá entender a visão de mundo do candidato, e medir, usando os quatro
fatores DISC
, se ele é a melhor opção para a vaga destinada. Este modelo é simples e intuitivo, levando o candidato
a responder as perguntas sem raciocinar muito. Afinal, estamos falando de psicologia, e a mente humana sempre envolve
inúmeras emoções.

O RH deve usar o teste para ajudar a mostrar se o candidato está preparado para suportar a pressão do cargo, se ele pode
enfrentar desafios sem deixar que as emoções atrapalhem. E a análise de perfil comportamental nos aponta os pontos fortes
e fracos docolaborador sem deixar o lado humano de fora da equação.

Se você quer saber qual é o seu perfil comportamental, temos um teste para você. É só clicar no link abaixo, e conhecer a
metodologia da
IdealDisc que já ajudou empresas como Coca-Cola a encontrar os melhores profissionais para as vagas certas.

Clique aqui e descubra seu perfil comportamental.

Leave a Comment